'Pessoas bissexuais não são gananciosas, confusas ou enrustidas': por que rótulos e estereótipos são prejudiciais e apagam nossa identidade