A Escócia se torna o primeiro país do mundo a adicionar a história LGBTQ + ao currículo escolar